AJS

Capítulo 2 – A história da AJS

Na origem da história salesiana, em nossa tradição, encontramos o amor de predileção de Dom Bosco e Maria Mazzarello pela juventude pobre e atenção às classes populares. Eles deixaram como missão para seus seguidores, trabalhar pela educação e evangelização da juventude, sobretudo aquela que se encontra em maior situação de perigo. Na fidelidade à esta trdição, nasceu na Europa o Movimento Juvenil Salesiano – MJS. No Brasil ele adquiriu o nome de Articulação da Juventude Salesiana – AJS.
Não se trata apenas de troca de nomes. A história da pastoral juvenil no Brasil nos mostra a existência de alguns movimentos juvenis. Os movimentos possuem estrutura organizativa, metodologia de ação, espiritualidade sustentadora bastante diferente daquelas da Articulação da Juventude Salesiana. Então, para se evitar a identificação da AJS como um movimento juvenil a mais, preferiu-se chamá-lo de Articulação da Juventude Salesiana – AJS.
A origem da AJS no Brasil está marcada por dois elementos fundamentais:
1. RESPOSTA ATENTA AOS SINAIS DOS TEMPOS.
2. VIVÊNCIA E ATUALIZAÇÃO DA TRADIÇÃO EDUCATIVA SALESIANA.
Presentes no Brasil há mais de 100 anos, os Salesianos e as Filhas de Maria Auxiliadora se organizam em Inspetorias que, ao todo, somam-se 15, com uma grande variedade de obras a serviço da juventude.
Vivendo os sinais dos tempos, em nossas presenças, estão inúmeras experiências grupais: grupos juvenis de paróquias, de escolas, de obras sociais, artísticos, musicais, de dança, de catequese, teatro, culturais, comunicação, litúrgicos, esportivos, de capoeira, de ex-alunos, de cooperadores, de vocacionados, de voluntários, de representantes de turmas, de grêmios estudantis, de lideranças e tantos outros.
Vários destes grupos atuavam de maneira independente, isolada, dispersando forças. Muitas vezes embora funcionando em casas salesianas, caminhavam sem apoio e sem acompanhamento por parte dos Salesianos e Filhas de Maria Auxiliadora.AJS: uma forma de articular toda a riqueza de experiências associativas.
 
No Brasil, a AJS foi lançada oficialmente em 1998, no segundo Congresso Nacional de Lideranças Juvenis Salesianas acontecido em São Paulo. As reflexões, experiências e testemunhos partilhados em vários Encontros nacionais, os estudos feitos pela Equipe Interispetorial de Pastoral Juvenil Salesiana, e as experiências positivas de organização nas Inspetorias de Recife e Porto Alegre foram fundamentais para o nascimento da AJS no Brasil.

O que é AJS?
A Articulação da Juventude Salesiana (AJS) é uma rede de apoio e articulação entre os variados grupos de jovens, que se identificam com a Espiritualidade Salesiana e querem vivê-la.
 
É um trabalho conjunto dos Salesianos de Dom Bosco (SDB), Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), de toda a Família Salesiana e da juventude. Possui uma estrutura de organização que busca combinar a animação orgânica (em nível nacional, regional, local) com a autonomia de cada grupo. Os níveis da estrutura organizativa podem variar segundo as necessidades e peculiaridades locais e/ou regionais.
 
Está em sintonia com as orientações da Pastoral da Juventude da Igreja do Brasil (PJB) e insere-se nas iniciativas da pastoral da Juventude local.
ORGANIZAÇÃO DA AJS
COORDENAÇÃO LOCAL.
COORDENAÇÃO DA PRESENÇA
COORDENAÇÕES REGIONAIS.
COORDENAÇÃO INSPETORIAL/
INTERINSPETORIAL
COORDENAÇÃO NACIONAL DA PJS
O Assessor: ele não faz parte da estrutura organizacional da AJS. Ele não é membro do grupo, não está ligado a algum grupo específicamente, mas tem importância fundamental na animação e assessoria dos grupos. Poderíamos dizer que é o coração da AJS, ou seja aquele que a anima, a alimenta, a faz funcionar.
CALENDÁRIO DE ATIVIDADES
* Deve ser flexível.
* Adaptado à realidade de cada grupo eregião
* É importante haver eventos comuns
* A agenda comum não atropele ou sufoque as
iniciativas e atividades dos grupos.
O QUE SE QUER COM A AJS
Aos grupos e jovens que integram a AJS:
* Experiência dos valores da Espiritualidade Salesiana. Conhecimento de Dom Bosco e de Madre Mazzarello
* Vivência das crenças e valores salesianos.
* Um processo de crescimento humano e de formação da fé cristã com caráter educativo e missionário.
* Um itinerário de formação desenvolvido dentro do grupo.
* Vivência das relações interpessoais e intergrupais valorizando a diversidade e a identidade de cada um.
* Desenvolvimento de um processo organizativo (participação e envolvimento).
* Desenvolvimento de potencialidades pessoais, convicções
e valores.
* Inserção do jovem como membro ativo e atuante em seu
ambiente.
Aos Salesianos, Filhas de Maria Auxiliadora e membros da Família Salesiana:
* Ampliação da ação conjunta.
* Crescimento na convicção de que é junto com os jovens que devemos estar para sermos fiéis a Dom Bosco e a Madre Mazzarello.
ONDE ACONTECE A AJS
- A AJS PROMOVE ARTICULAÇÃO DE GRUPOS, E NÃO DIRETAMENTE DE PESSOAS.
- NÃO EXISTE LUGAR ESPECÍFICO PARA OS GRUPOS SURGIREM, SEREM DINAMIZADOS, ACOMPANHADOS.
- OS SUBSÍDIOS PARA OS GRUPOS TEM AJUDADO ESSA CAMINHADA.
QUEM PODE PARTICIPAR DA AJS?
* Condição básica: identificar-se com a Espiritualidade Juvenil salesiana.
* Cabe à coordenação local, acolher ou não os grupos interessados em pertencer à AJS.
* A AJS está aberta a pessoas de outras confissões religiosas, valorizando e diálogo ecumênico e o enriquecimento mútuo.
ALGUMAS CONSEQUÊNCIAS PRÁTICAS
1. A Pastoral da Juventude do Brasil é a voz oficial da CNBB para o trabalho com os jovens.
2. Atender as necessidades dos diversos níveis de idade.
3. Não pode haver um único itinerário, uma única proposta formativa, mas processos com programas gradativos e continuados.
4. Cuidar particularmente dos grupos que estão mais avançados no processo formativo.
5. Formar e qualificar continuamente, com um itinerário formativo e
um acompanhamento sistematizado, os coordenadores de grupos e assessores da AJS.
6. SDB e FMA são os primeiros responsáveis pela formação e qualificação dos jovens.
7. É necessário promover a circulação de material em todos os níveis.

Galeria de Imagens
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>